Pesquisar
Close this search box.

Mas não vale a de micro-ondas!

A pipoca, se bem preparada, pode ser um ótimo petisco para a tarde ou, tradicionalmente, para acompanhar um filme. O importante é ter alguns cuidados na hora do preparo e atenção aos acompanhamentos. Nada de refrigerante, certo?

A pipoca é um alimento rico em fibras e promove uma sensação de saciedade, o problema é quando não damos tempo desta informação chegar em nosso cérebro. Por isso, não devore um pote em poucos segundos. Para o preparo, substitua os óleos refinados por óleo de coco, ou utilize uma pipoqueira elétrica. Para temperar, dê preferencia ao sal do Himalaya, e, para variar, você pode utilizar ervas secas, gengibre em pó,curry ou outros temperos.

Para ajudar segue uma receitinha:

Coloque o óleo de coco na panela e acenda o fogo, coloque o milho logo em seguida, adicione sal e mexa bem antes da pipoca começar a estourar. Tampe a panela e deixe a pipoca estourar até que o intervalo entre os estouros seja maior que dois segundos. Coloque a pipoca em uma tigela e salpique o gengibre em pó, misturando bem em seguida.

Receita: www.garotabeleza.com.br

Essas informações não dispensam o acompanhamento de médicos ou nutricionistas.
Francieli Cristina Barbosa
CRN10 – 2862

Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram