Pesquisar
Close this search box.

Ah o café!!!

O consumo desta bebida mais popular do mundo mostrou-se, em um estudo publicado em março de 2016 pelo Journal of Clinical and Experimental Hepatology, como benéfico para a saúde em geral e em particular à saúde do fígado. Este estudo analisou os efeitos do consumo do café no desenvolvimento e na progressão da doença hepática devido a várias causas. O estudo também descreve os mecanismos através da qual o café exerce seu efeito protetor. Também foi considerado o consumo de café em Hepatite B, C, bem como na esteatose hepática não alcoólica e doença hepática alcoólica.

A ingestão de café superior a 2 xícaras por dia, em pacientes com doença do fígado pré-existente tem sido associada a uma menor incidência de fibrose, cirrose e carcinoma hepatocelular. É bom lembrar que o consumo de café pode não ser benéfico a outras situações, sendo assim é sempre bom consultar um especialista para analisar sua individualidade biológica. 

Essas informações não dispensam o acompanhamento de médicos ou nutricionistas.

Francieli Cristina Barbosa
CRN10 – 2862
Fonte: www.jcehepatology.com

Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram