14 / out

Escolha bem os alimentos fora de casa

Inaugurações

Comer fora se tornou uma parte importante da nossa cultura. Atualmente no Brasil, cerca de 70% da população faz suas refeições assim. E é esse número elevado que preocupa. Fazer isso frequentemente, consumindo alimentos altamente calóricos em grandes porções contribui para a ingestão de calorias em excesso e para ganho de peso. Associado aos deslizes também nos deparamos com o aumento de doenças relacionadas à má alimentação.

Todos já sabem que é muito importante comer de 3 em 3 horas! Quando mantemos um jejum prolongado, há uma diminuição de açúcar no sangue, que chamamos de hipoglicemia. E assim começa o grande desequilíbrio: quando temos hipolicemia, é liberado um hormônio chamado cortisol, conhecido como ‘’hormônio do stress’’. Sua principal função é garantir o nível de glicose no sangue nesses períodos de jejum prolongado, e é nesse processo que usamos músculo para sintetizar nossa preciosa glicose e perdemos massa magra.

O jejum prolongado também diminui a ação do nosso sistema imune e ficamos mais suscetíveis às infecções, aumento da ansiedade, aumento do apetite e aumento da procura por doce e alimentos gordurosos em geral. Resumindo, jejum prolongado é um crime para nossa saúde. Para os lanches do dia, tenha sempre frutas, biscoitos integrais e barras de cereais na bolsa.

E para almoço ou janta, é só prestar atenção e cuidar com os restaurantes self service. Acabamos escolhendo mais preparações do que realmente precisamos para saciar a fome. E esse a mais, é o que faz mal. O importante é saber diferenciar a fome de gula. Outro fator é a velocidade. Devemos nos alimentar com calma, devagar, mastigando bem os alimentos, para poder perceber quando estamos saciados.

Escolher bem o restaurante, faz diferença. Dê preferências a locais que você sabe ou ouviu falar que prezam pela qualidade nutricional. Na hora de se servir, procure ver todas as opções antes, e evite pegar um pouquinho de cada coisa para não exagerar no final. Escolha um alimento de cada grupo. Uma porção de salada, legumes, de cereais e de proteína.

Já a sobremesa, a melhor opção são as frutas, que além do sabor doce, fornecem vitaminas e fibras.

Hariane Correa Nutricionista CRNSC4495

NOVIDADES E LANÇAMENTOS

Fique por dentro de todas as novidades exclusivas.

    SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS: